O atual presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte, Silvanei Batista Santos, foi reeleito por aclamação durante a 5º Assembleia Geral Ordinária, na manhã desta sexta-feira (18), na sede do Cisrun.

A reunião foi aberta com a explanação das contas do Cisrun referente ao exercício 2018, sendo aprovada pelos prefeitos presentes na Assembleia. Em seguida, a Comissão Eleitoral deu início, explicando os procedimentos utilizados e fiscalização para apreciação e deferimento das chapas.

Em seguida, o presidente da Comissão Eleitoral, Marcelo Meireles Mendonça, prefeito de São Romão, passou a palavra para a diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda, explicar todo o processo que se deu com a apresentação dos documentos e as decisões tomadas pela Justiça.

A decisão do desembargador, Kildare Gonçalves Carvalho, da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a partir do agravo de instrumento interposto pelo Cisrun, leva em consideração que, para participar da eleição, os municípios deveriam estar quites com suas obrigações financeiras há pelo menos 12 meses, conforme o Estatuto do Cisrun, sendo que ainda foi disponibilizada, por parte do Cisrun, a oportunidade para quitação de eventuais débitos até o dia 14 de dezembro.

Dessa forma, a Chapa 01, composta pelo prefeito de Claro dos Poções, Norberto Marcelino de Oliveira Neto, por possuir municípios inadimplentes ficou inapta mediante a decisão do Tribunal de Justiça. Ainda foi abordada a decisão do prefeito de Vargem Grande do Rio Pardo, Virgílio Tácito Penalva, que solicitou a sua migração da Chapa 02 para a Chapa 01, sendo apreciada pela Comissão Eleitoral, na quinta-feira (17), e acatada a decisão abrindo, assim, prazo para o candidato da Chapa 02, Silvanei Batista, incluir  outro município com condições regulares e quites com todas as suas obrigações perante o CISRUN.

Assim, o prefeito de Japonvar, Leonardo Durães de Almeida, assumiu o posto como Conselheiro Fiscal da Chapa 02, já que está dentro das normas exigidas pela Comissão Eleitoral, estando apto para votar e ser votado. Após a análise da Comissão, verificando que apenas a Chapa 02 estava dentro das regras exigidas pelo Consórcio, apenas ela poderia ser votada. Por fim, o presidente da Comissão Marcelo Mendonça abriu a votação por aclamação para os municípios adimplentes votarem, sendo aceito pelos prefeitos consorciados. O presidente Silvanei Batista Santos, juntamente com o Conselho Diretor e Conselho Fiscal, terão como missão fazer a gestão do Cisrun que é responsável pelas ações no SAMU Macro Norte no biênio 2019/2020.

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta