Uma equipe do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte fizeram uma visita técnica ao SAMU de Brasília, nesta semana. A delegação, formada pela diretora executiva, Kely Cristina Lacerda e coordenadores dos setores de Qualidade e Projetos, Recursos Humanos, Enfermagem, Núcleo de Educação Permanente e Frota, foi recebida pela gerente de regulação, Kelly Maria de Oliveira, que apresentou as repartições do órgão e mostrou como se da o funcionamento do serviço no Distrito Federal.

Com a visita foi possível perceber diferenças entre as duas entidades: o SAMU Macro Norte atende 86 municípios com 36 bases descentralizadas, enquanto que o de Brasília atua em 19 cidades satélites com sete núcleos, por exemplo. A localidade mais distante atendida pelo SAMU Distrito Federal está a cerca de 40 km. Aqui, no Norte de Minas, algumas bases estão em municípios a 340 km de distância da sede do órgão.

“Com a visita foi possível ver que há ideias que podem ser implantadas no SAMU Macro Norte assim como existem equipamentos que já são utilizados nas ambulâncias de Suporte Avançado da instituição e que ainda não estão disponíveis nas unidades do Distrito Federal como o trombolítico (medicamento usado para dissolver trombos sanguíneos) e o eletrocardiograma (aparelho que registra oscilações elétricas que resultam da atividade do músculo cardíaco)”, destacou a diretora executiva do Cisrun, kely Lacerda.

Deixe uma resposta