O ciclo de palestras do Curso de Pilotagem para Motociclistas começou, na manhã desta segunda-feira (21), no auditório da AMAMS. A capacitação realizada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte faz parte das atividades do Movimento Maio Amarelo e tem como objetivo promover a educação no trânsito e alertar a população quanto ao alto índice de acidentes.

Neste ano, o foco do SAMU Macro Norte é os motociclistas que representam mais de 60% dos acidentes de trânsito registrados pelo órgão. Pela manhã, os palestrantes abordaram temas como a postura no veículo, vestuário, dicas ao pilotar no período diurno e noturno, ultrapassagem segura, além do comportamento correto do garupa. O palestrante Wagner Ribeiro da Silva, que tem formação em técnico em mecânica deu dicas aos motoqueiros para conduzir o veículo de forma segura. “Ele deve se mostrar visível e sempre atento às adversidades, como obstáculos. Prestar a atenção na própria via e principalmente a aqueles que vêm juntamente com o trânsito, como pedestres, e atenção aos veículos que estão transitando ao seu lado e prestar atenção em animais que possam atravessar à sua frente”, citou.

O condutor socorrista Álvaro Portugal Werner, da base descentralizada do SAMU Macro Norte em Salinas, percorreu cerca de 220 km para participar do curso realizado pela instituição. Ele é vice-presidente do grupo de motoqueiros Rota 251 e explica que, apesar da equipe existir há apenas dois anos ele é habilitado desde 1982. “Apesar de a gente ter bastante experiência na estrada é sempre bom aprender mais. A gente nunca sabe tudo. Está sendo proveitoso e com certeza a gente vai sair daqui sabendo mais”.

A professora Patrícia de Jesus Oliva pilota há sete anos, achou a palestra muito interessante e acredita que as técnicas de pilotagem apresentadas pelos palestrantes serão de grande utilidade, já que ela utiliza a moto como meio de transporte. “Ter atitudes de prevenção, saber o que pode acontecer numa pista molhada, como deve ser a atitude perante uma curva ou ultrapassagem, não só no meio urbano, mas nas estradas”, são os objetivos do curso de pilotagem, que é uma das formas encontradas pelo SAMU de levar conhecimento e preparar os motociclistas para as adversidades do dia a dia, segundo o coordenador do Núcleo de Educação Permanente do SAMU Macro Norte, Ubiratam Lopes. “A manutenção dos veículos e as regras de circulação de trânsito são determinantes para ceifar tantas vidas”, lembra o coordenador.

A diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda, conta que o SAMU tem um departamento exclusivo para a capacitação constante de seus funcionários, que é o Núcleo de Educação Permanente, e que o setor já realizou diversos cursos no Norte de Minas e que seus profissionais também já participaram de seminários e palestras em diversos municípios brasileiros, devido ao reconhecimento pelos serviços prestados.

“Dessa vez, estamos capacitando os motociclistas, que são numerosos em toda a região, mas já realizamos atividades para transmitir os conhecimentos multidisciplinares de nossa equipe, que é altamente especializada, para profissionais da saúde, estudantes…”, lembra o presidente do Cisrun, Silvanei Batista dos Santos explicando que o órgão, que tem como competência principal prestar serviços de atendimento médico de urgência e emergência, também se sente responsável por capacitar os personagens que atuam no trânsito no Norte de Minas.

 

Deixe uma resposta