Uma série de solenidades, que marcaram a ampliação das bases descentralizadas do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte, se encerrou na última sexta-feira (11) com a cerimônia no município de Monte Azul, que já contava com uma Unidade de Suporte Básico e, agora, passa a contar com uma Unidade de Suporte Avançado, mais conhecida como UTI Móvel ou USA. Já os municípios de Olhos d’Água e Montes Claros receberam uma Unidade de Suporte Básico (USB), cada um.

A maior cidade do Norte de Minas possuía habilitação do Ministério da Saúde para quatro USBs e duas USAs, nomeadas por Bravo e Alpha. Por receber com um número elevado de solicitações de atendimento, os montes-clarenses, agora, contarão oficialmente com o reforço da Bravo 5. Com a implantação da base de Olhos d’Água, o SAMU Macro Norte chega a 40 bases descentralizadas sob a administração do Cisrun. Assim, os profissionais do SAMU Macro Norte/Cisrun, e a população de sua área de cobertura, contam com uma estrutura composta por 55 ambulâncias espalhadas por 86 municípios no Norte de Minas, além do Complexo Regulador em Montes Claros e do helicóptero do Suporte Aéreo Avançado de Vida.

O aumento na capilaridade da cobertura do serviço de urgência e emergência é fruto do esforço diário dos dirigentes do órgão e da parceria consolidada entre a presidência do Cisrun, Secretaria de Saúde de Minas Gerais e Governo Federal para a habilitação das novas unidades que atenderão cerca de 1,8 milhão de pessoas, 24 horas por dia. Os municípios contemplados nos últimos meses foram: Curral de Dentro, Bocaiuva, Francisco Sá, Mirabela, Monte Azul, Montes Claros, Olhos d’Água e Verdelândia. Com a disponibilização do serviço para algumas cidades, as prefeituras têm trabalhado junto à população para ensinar a forma correta de se acionar o 192. Dessa forma, a Prefeitura de Olhos d’Água, por exemplo, distribuiu a seus munícipes panfletos educativos, nesta segunda-feira (14), durante evento de apresentação do SAMU.

A diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda, conta que o aumento no número de bases se traduz em um tempo menor de atendimento aos chamados e lembra que existem planos para novas bases, uma vez que a área de atendimento do SAMU Macro Norte compreende 122 mil km² (área maior que a de estados como Tocantins, Amapá, Acre, Roraima e Sergipe), o que justifica a ampliação.  O presidente do Cisrun, Silvanei Batista, aproveita a oportunidade para agradecer a contribuição tanto do Governo de Minas como do Governo Federal e das prefeituras dos municípios do Norte de Minas, pois o custeio para manutenção das atividades do SAMU depende da contribuição financeira de cada ente federado em prol do bem da comunidade.

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta