O SAMU Macro Norte participou do simulado, realizado pelo 4° COB – Comando Operacional de Bombeiros e 7° Batalhão de Bombeiros , nessa última sexta-feira (09), em Montes Claros. A atividade contou com o apoio integrado das equipes do SAMU e da 3° CEOA (Companhia Especial de Operações Aéreas) pertecente ao Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, em que foi possível demonstrar o desempenho do SAAV – Suporte Aéreo Avançado de Vida, mais um recurso que foi incorporado ao SAMU Macro Norte e que está em funcionamento desde o dia 12 outubro de 2018 .

O SAAV é resultante da união de esforços entre a SES (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), CBMG e Cisrun/SAMU MACRO NORTE, já que o helicóptero utilizado no transporte de vítimas com agravos à saúde é adquirido com recursos da Saúde/SUS, é tripulado por pilotos do CBMG e equipe médica e de enfermeiros do SAMU. O simulado contou ainda com a participação da Polícia Militar e do MC Trans mostrando que atividades dessa natureza necessitam do empenho e participação de todos os órgãos para melhor atender à população. Os bombeiros militares simularam um incêndio em prédios comerciais particulares cedidos para que ocorresse o evento, houve acionamento do SAMU via regulação 192 e as equipes de socorro foram empenhadas para o atendimento fictício. “Esse momento é muito importante tanto para os nossos profissionais, que podem demonstrar o seu preparo e capacidade de resposta, quanto para a população que pode sentir segurança na atuação dos profissionais caso haja desastres reais”, argumenta a diretora executiva do SAMU Kely Cristina de Moura Lacerda.

“A vinda da aeronave para o Norte de Minas é esperada há pelo menos dez anos quando o SAMU iniciou suas atividades de forma regional, e deve ser muito comemorada pela população já que estamos situados na maior extensão territorial do Estado de Minas Gerais e recursos como esse possibilita o atendimento dos pacientes de forma mais rápida e eficiente”, sinaliza o presidente do CISRUN e prefeito de Porteirinha, Silvanei Batista Santos; que se mostrou encantado durante a atuação das equipes do SAMU.

Toda a ação deu início quando os bombeiros produziram um fogo totalmente controlado e monitorado em um prédio em construção, as “vítimas” (que eram acadêmicos dos cursos da área da saúde) foram maquiados com uso de tintas próprias, choravam e gritavam; o que deu um tom realístico ao exercício. O controle do trânsito e a segurança do local foram feitos pela MC Trans e PM respectivamente para que as equipes do SAMU dessem início ao atendimento das vítimas, que eram trazidas pelo Corpo de Bombeiros, fazendo a triagem das mesmas, que foram separadas e colocadas em lonas de cores específicas de acordo com a gravidade de cada um. Após o incidente de Janaúba, em que foi ateado fogo nas crianças da creche Gente Inocente, o SAMU passou a contar com um serviço específico de SCO (sistema de comando operacional), constituído por uma equipe de primeira resposta treinada e preparada para atendimentos de catástrofes e múltiplas vítimas; cuja atuação pôde ser demonstrada nesse evento.

Simultaneamente o helicóptero do SAAV, comandado pelo major e piloto do BOA, Welter Alves, fazia pela primeira vez no Norte de Minas, o resgate de “vítimas” que estavam no 18° andar do prédio “em chamas” com auxílio de um cabo tirolesa (instrumento fixado entre duas edificações) que permite o transporte de pessoas de um prédio a outro com segurança. Nesse caso, do prédio “incendiado” para o prédio sem focos de incêndio. As vítimas foram levadas num cesto de segurança para as dependências da UNIMONTES e prontamente foram atendidas pela equipe do SAMU e transportadas pelas ambulâncias do serviço para os diversos hospitais da cidade, finalizando assim com grande sucesso toda a ação, que foi controlada e sem riscos durante todo o simulado.

Toda a ação foi desempenhada em 46 minutos, isso demonstrou que as equipes de Segurança e de Saúde do Norte de Minas estão preparadas para o atendimento à ocorrências da natureza do que foi simulado, o tempo resposta no atendimento garante a eficiência e eficácia dos serviços do SAMU e Corpo de Bombeiros que agora, de forma integrada pelo SAAV, passam a atender ainda melhor a população de Montes Claros e de todo Norte de Minas.

Deixe uma resposta