O Comitê Gestor da Rede de Urgência e Emergência (RUE) da Região Macro Norte de Minas Gerais realizou sua primeira reunião de 2017, na manhã desta quinta-feira, 11, no auditório do Hospital Universitário Clemente de Faria, em Montes Claros. Em pauta estavam assuntos referentes à melhoraria dos serviços de saúde no Norte de Minas. Estiveram presentes ao encontro representantes dos hospitais e secretarias municipais de saúde de todo o Norte de Minas.

Um dos pontos debatidos foi a inclusão do Pronto Atendimento Municipal Dr. Alpheu de Quadros na RUE. O diretor de atenção à saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, Bruno Carvalho, falou sobre as dificuldades do Município para arcar com todas as despesas da unidade que realiza cerca de 280 atendimentos por dia. “Definitivamente, precisamos que o Alpheu seja reconhecido como porta de entrada e receba os recursos necessários para dar continuidade ao trabalho. O Alpheu tem um potencial imenso e a Prefeitura não vai conseguir arcar com todas as despesas”, disse.

A diretora executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência (Cisrun), Kely Cristina de Moura Lacerda, destacou a importância da inclusão do Pronto Atendimento Alpheu de Quadros na Rede de Urgência e Emergência. “Todos serão beneficiados, pois os hospitais irão desafogar e o SAMU terá mais uma porta de entrada, contribuindo para o aumento no número de atendimentos”, garantiu.

Representando o Governo de Minas, o superintende regional de Saúde, Maquieden Durães Viriato, destacou a importância do Pronto Atendimento fazer parte da Rede de Urgência e Emergência. “Quando o Alpheu não atende normalmente, os hospitais ficam superlotados. Se todos se unirem, todos serão beneficiados”, explicou Viriato que, ao fim da reunião, sugeriu a criação de uma comissão para a revisão da RUE.

A diretora do Cisrun, Kely Cristina Lacerda, apresentou o relatório de gestão de 2015 e 2016 do SAMU Macro Norte para o conhecimento dos presentes. “Em 2015, fizemos 47.015 atendimentos, já em 2016, foram 44.692, nos 86 municípios que compõe o SAMU Macro Norte. E isso é um grande desafio tendo em vista a logística do serviço na maior região territorial do Estado – com mais de 122 mil km² – e a limitação dos recursos”, observou.

O maior gasto do SAMU é com a folha de pagamento, mas a manutenção da frota é um grande problema, segundo a diretora. A princípio, a renovação da frota seria de cinco em cinco anos, mas os veículos do SAMU Macro Norte enfrentam uma longa malha rodoviária com asfalto esburacado, estradas de terra, lama e areia. “Não tem como! Aqui, o máximo são três anos… e olhe lá! Nós precisamos de uma frota nova e trabalhar de uma forma racional fazendo manutenção preventiva”, sugeriu uma solução.

O grande número de transferências inter-hospitalares realizadas pelo SAMU Macro Norte é outro fator que tem preocupado o Cisrun. “Nós estamos fazendo uma média de 300 transferências por mês. E isso é muito! Precisamos fazer um estudo e identificar junto ao Município o que está acontecendo com a nossa Rede para ter um número tão elevado”.

Apesar das dificuldades

O SAMU Macro Norte também conquistou vários equipamentos para levar atendimento de qualidade à população, como a implantação do telecárdio que faz eletrocardiograma dentro das ambulâncias e os manda – em tempo real – para a central de regulação identificar a lesão do paciente, o trombolítico, que é usado em caso de acidente vascular cerebral, e a ultrassonografia dentro das Unidades de Atendimento Avançado, que apenas o SAMU Macro Norte possui no estado. Na próxima semana, o SAMU receberá 15 novas ambulâncias que se somarão às quatro que foram entregues pelo Governo de Minas no mês de março.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência no Norte de Minas (Cisrun) recebeu a visita técnica do Ministério da Saúde (MS) e Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES) durante toda esta semana. Os técnicos puderam conhecer as bases descentralizadas do SAMU Macro Norte e conhecer as condições de funcionamento do serviço realizado no Norte de Minas.

IMG_1952 IMG_1958

 

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta