O presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte, Silvanei Batista, e prefeitos que fazem parte do Consórcio se reuniram com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, na manhã desta terça-feira (14), em Brasília, para solicitar o repasse para a implantação de novas unidades de Suporte Avançado (USA) e Suporte Básico (USB) na região.

O Cisrun que já recebeu parte das ambulâncias para a descentralização do serviço aguarda cerca de R$ 2,5 milhões do Governo Federal e Estadual para o início das atividades. Para o aumento no número de bases do SAMU, foi desenvolvido um projeto, em 2015, no qual foi analisado o número de chamados e a gravidade dos atendimentos nos municípios que ainda não possuíam bases com equipes do SAMU.

Assim, foi aprovada pelo Ministério da Saúde, em dezembro de 2017, a ampliação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência em Francisco Sá, Salinas, Bocaiúva, Manga e Monte Azul. Para a implantação de uma base, os municípios contemplados foram Curral de Dentro, Grão Mogol (Vale das Cancelas), Jequitaí, Mirabela, Olhos D’Água e Verdelândia. Além de Montes Claros, que receberá mais uma Unidade Básica por causa do número elevado de chamados.

Atualmente, o SAMU Macro Norte é composto por 36 bases descentralizadas e o Complexo Regulador, que fica localizado em Montes Claros. “O Cisrun é responsável por levar atendimento à população de 86 municípios e essas bases são responsáveis também por atender regiões que não possuem unidades do SAMU. Dessa forma, as equipes precisam percorrer longos trajetos para ir ao encontro da vítima que necessita do socorro”, diz a diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda.

“As novas unidades serão distribuídas estrategicamente e influenciarão drasticamente no tempo resposta dos atendimentos de urgência e emergência, que nada mais é o tempo que se leva para a equipe ser acionada e chegar até o local da ocorrência para realizar os primeiros socorros e transportar o paciente para uma unidade hospitalar mais adequada”, explica Silvanei Batista a importância da implantação das novas unidades que trará ainda mais agilidade ao serviço do SAMU Macro Norte que já reconhecido nacionalmente pela sua excelência em serviços de urgência e emergência.

Durante o encontro, o presidente do Cisrun entregou documentos ao ministro da Saúde demonstrando a importância da implantação do SAMU nessas regiões e justificando a solicitação da verba para a instalação das novas bases. Em tempo, Gilberto Occhi se sentiu sensibilizado pelo número elevado de acidentes relatados pelos prefeitos que participaram da reunião. O ministro mostrou interesse em atender a demanda da comitiva do Norte de Minas e conseguir o repasse para iniciar a extensão das unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Deixe uma resposta