O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun)/SAMU Macro Norte e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais iniciaram a integração dos serviços das duas instituições, em Montes Claros, nessa segunda-feira (03/09). O objetivo é ter uma comunicação efetiva entre a Central de Regulação das Urgências (192) e o Centro de Operações de Bombeiros (193) para organizar o serviço de modo que evite a duplicidade no envio de ambulâncias para uma mesma ocorrência.

A parceria consiste em manter uma Unidade de Suporte Básico (USB), tripulada por um técnico em enfermagem e um condutor socorrista, na sede do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, localizada no centro de Montes Claros, e um bombeiro militar ficará na Central de Regulação do SAMU Macro Norte para acompanhar o fluxo de chamados.

A diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda, explica que o convênio estabelecerá diretrizes para a regulação das ações e da coordenação dos atendimentos a ocorrências de urgências e emergências pré-hospitalares e inter-hospitalares na macrorregião do Norte de Minas.

O presidente do Cisrun, Silvanei Batista dos Santos, por sua vez, lembra que a permanência de uma equipe do SAMU na área central da cidade também diminuirá consideravelmente o tempo de resposta aos atendimentos, pois a unidade estará mais próxima de determinadas regiões da cidade e trará agilidade nos atendimentos (para quem não sabe, as ambulâncias do SAMU ficam no Complexo Regulador, no bairro Santo Antônio, na área sudeste da cidade). “A integração ainda promoverá o entrosamento das equipes e aumento na qualidade do serviço prestado”, conclui.

A ambulância do SAMU Macro Norte ficará no Batalhão do Corpo de Bombeiros, de 8 às 18 horas. A expectativa é que a descentralização do serviço e parceria do SAMU e Corpo de Bombeiros aumente com a implantação de uma nova base no bairro Jardim São Luiz.

Deixe uma resposta