Não haverá disputa pela presidência do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), instituição responsável pela administração do SAMU Macro Norte, de acordo com a Instrução Normativa para eleição do Conselho Diretor e Fiscal, disponível no site do Cisrun (www.cisrun.saude.mg.gov.br).

Na última sexta-feira (14), se encerrou o prazo para a inscrição das chapas, tendo se apresentado a Chapa 01, liderada pelo prefeito de Claro dos Poções, Norberto Marcelino de Oliveira Neto e a Chapa 02, encabeçada por Silvanei Batista Santos, prefeito de Porteirinha, que concorre pela reeleição. Porém, mediante a Instrução Normativa que traz as diretrizes, regras e procedimentos exigidos no estatuto do consórcio no Artigo 3º, inciso III, são condições de elegibilidade para a chapa participar da eleição do Conselho Diretor e Conselho Fiscal a necessidade de “estar quites com todas as obrigações com o Cisrun, nos termos do artigo 6º do estatuto.”.

Durante reunião, no início da tarde desta segunda-feira (17), na sede no Cisrun, a Comissão Eleitoral, designada por portaria, deliberou sobre as condições de registro das chapas, oportunidade em que foram analisados os quesitos exigidos pelo edital para pleitear a presidência do órgão.

Após a análise, foi identificado vício insanável na Chapa 01, registrada pelo prefeito de Claro dos Poções, restando a inabilitação da mesma. Por essa razão, foi decidido pela Comissão, por unanimidade, declarar como chapa única aquela encabeçada pelo prefeito de Porteirinha, Silvanei Batista Santos. Sendo assim, será realizada a Eleição do Cisrun Biênio 2019/2020 no dia 18 de janeiro de 2018 por aclamação, de acordo com o parágrafo primeiro do art. 15 do Estatuto. A lista com os municípios aptos a participarem das eleições está disponível no site do Cisrun.

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta