A segunda edição do Congresso Norte Mineiro de Urgência e Emergência SAMU Macro Norte – “Experiências que Salvam Vidas”, foi realizado na última sexta-feira e sábado (8 e 9), em Montes Claros. O evento contou com a presença de cerca de 500 pessoas com o objetivo de adquirir conhecimento em urgência e emergência e trocar experiências. A-089 palestra magna foi ministrada pelo jornalista Caco Barcellos que falou sobre a superação dos desafios diante das adversidades e o que pensa ser o real valor da vida.

Durante o congresso também aconteceu a 1ª Olimpíada de APH SAMU Macro Norte que premiou socorristas nas modalidades de Suporte Avançado e Suporte Básico de Vida, além do melhor condutor de ambulância e profissionais que participaram de um quiz de perguntas. No sábado, foram mais de 20 palestrantes em talk shows e mesas redondas que trouxeram experiências e novidades em atendimento pré-hospitalar. A programação se encerrou com um baile, à noite, momento de interação e descontração para os congressistas.

“Eu tenho uma especial admiração pelos socorristas, médicos, bombeiros, por esse pessoal que trabalha, que a gente considera anjo da guarda de todo mundo nas estradas, principalmente. Então, acho o trabalho imprescindível. Acho que só gente generosa pode seguir essa carreira”, afirmou o jornalista Caco Barcellos sobre o que considera essencial para profissionais que desejam atuar no serviço de urgência e emergência.

“A oportunidade de ter participado do congresso junto aos meus colegas da base de Berizal foi muito enriquecedora. Além de todo o conhecimento adquirido com as palestras, e todo o evento, nós tivemos também a oportunidade de conhecer e encontrar com os colegas de outras bases. O que nos faz crescer tanto profissionalmente como seres humanos”, disse a técnica em enfermagem do SAMU que atua em Berizal, município a 325 km de Montes Claros, e que veio até a maior cidade do Norte de Minas só para o evento.

A diretora executiva do Consorcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), que é o órgão que gerencia o SAMU Macro Norte, Kely Cristina de Moura Lacerda, lembrou que a primeira edição do congresso aconteceu em 2017 e a ideia é que seja realizado periodicamente uma vez que é uma iniciativa que deu certo e que proporciona a capacitação dos profissionais da saúde.

Para o presidente do Cisrun, Silvanei Batista Santos, o congresso foi uma oportunidade muito válida para os profissionais da saúde se encontrarem e discutirem assuntos relacionados a sua expertise com foco no atendimento de urgência e emergência. “Tivemos até congressistas dos consórcios que administram o SAMU de Juiz de Fora e do Vale do Jequitinhonha!”, revela satisfeito sobre como a segunda edição do congresso do SAMU Macro Norte foi capaz de captar a atenção daqueles que escolheram como profissão salvar vidas.

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta