Na edição de 27 de dezembro do Diário Oficial da União, foi publicada a Portaria do Ministério da Saúde (nº 3.863) que autoriza e regulamenta que o Fundo Nacional de Saúde repasse recursos aos entes federados para aquisição de ambulâncias de Suporte Avançado de Vida.

No caso do Norte de Minas, que é a área de atuação do SAMU Macro Norte, serão beneficiados, de forma direta, com o valor de R$ 250 mil para a aquisição de uma ambulância do tipo Unidade de Suporte Avançado (USA), os municípios de Bocaiúva, Francisco Sá, Manga, Monte Azul e Salinas. Atualmente, estes municípios possuem bases do SAMU com ambulâncias do tipo Unidade de Suporte Básico e são atendidos por USA’s de bases localizadas em outras localidades, caso haja necessidade, o que se traduz em um maior tempo de espera.

Para quem não sabe, as USA’s, são popularmente conhecidas como UTI’s móveis e dispõem de equipamentos como monitor multiparâmetros, ventiladores mecânicos, bombas de infusão e medicações específicas como trombolíticos (essenciais em pacientes com infarto agudo do miocárdio), entre outros. As USA’s são tripuladas por médico, enfermeiro e condutor socorrista, enquanto que as unidades básicas tem uma equipe formada por condutor socorrista e técnico em enfermagem.

O presidente do órgão responsável pela gestão do SAMU Macro Norte, o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), Silvanei Batista dos Santos, comemora a medida do Ministério da Saúde e lembra que, em 2017, o SAMU teve 55% de sua frota de ambulâncias renovada, além de uma aeronave cedida pelo Governo de Minas para o atendimento de vítimas em estado grave e transferência de pacientes, ações que irão beneficiar sobremaneira a população do Norte de Minas.

A diretora executiva do Cisrun, Kely Cristina de Moura Lacerda, lembra que os novos equipamentos adquiridos com o repasse do Ministério da Saúde representam um acréscimo significativo na prestação do serviço nestas localidades, uma vez que as USA’s não irão substituir as unidades básicas que já estão em atividade, mas oferecer mais uma opção de atendimento especializado.

Ainda de acordo com o Diário Oficial da União, a portaria assinada pelo ministro Ricardo Barros entra em vigor na data de sua publicação, que se deu em 27 de dezembro, e o repasse de verbas foi aprovado pela Coordenação Geral de Urgência e Emergência do Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde (SAIPS). As instituições beneficiadas terão 270 dias, a contar do recebimento dos recursos financeiros, para a aquisição.

Deixe uma resposta