Com o tema “SAMU em Rede”, o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (CISRUN) realizou, na tarde dessa quinta-feira, 9, o “1º Fórum de Debates para Secretários Municipais de Saúde”, no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS).

O intuito da iniciativa é promover a interação e a capacitação dos gestores municipais da área de abrangência do SAMU Macro Norte. A diretora executiva do CISRUN, Kely Cristina Lacerda, deu início ao encontro destacando a importância dos trabalhos realizados pelo Consórcio na região, e explicando como se dá o funcionamento do órgão e os serviços prestados pela instituição aos municípios consorciados.

A assessora técnica jurídica, Roberta Veloso, falou sobre o CISRUN e suas parcerias explicando as diretrizes dos contratos e suas exigências. “Os municípios têm suas obrigações, assim como o CISRUN tem as dele”, disse. Já o coordenador médico, Daniel Ramos, deixou os convidados a par do funcionamento da Central de Regulação, e discutiu todo o processo realizado no setor, desde o chamado até o atendimento da vítima.

Por último, o coordenador do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Ubiratan Correia, explanou sobre o trabalho de capacitação realizado pelo órgão nas bases do SAMU Macro Norte, o que garante o bom desempenho operacional. “Colocamos em prática no ano de 2016 o Programa de Re-certificação que estabelece a obrigatoriedade de, no mínimo, 30 horas em capacitações através de palestras, treinamentos e aulas virtuais”, afirmou.

A Secretária de Saúde de Francisco Sá, Lúcia Aguilar de Oliveira, foi uma das pessoas que participaram do fórum e disse que as palestras foram muito importantes para o desenvolvimento dos seus trabalhos, já que há pouco tempo assumiu a gestão da pasta no município. “Excelente, porque explicou todo o funcionamento do CISRUN e do SAMU. Conseguimos ter uma visão ampla de todos os serviços oferecidos, já que Francisco Sá também faz parte da Rede de Urgência e Emergência”, declarou.

Satisfeita com o ciclo de debates, a diretora administrativa do Hospital Doutor Rodolfo Mallard de Buritizeiro, Arlene Abreu Dias, revelou que o seminário foi esclarecedor e vai contribuir para a realização de um bom trabalho em seu município. “Maravilhoso! Muito rico por estar nos esclarecendo quanto à questão da regulação, pois, quando as pessoas deparam com um acidente e ligam para o SAMU, elas não entendem o fluxo do atendimento. Agora, nós podemos passar para os nossos munícipes o que está acontecendo, indo até mesmo a uma rádio e fazendo um esclarecimento”, comentou como pretende multiplicar o que aprendeu no fórum.

b3f8f6ff-91ef-4cfa-b370-a6b17401393d 4910ba79-d695-4816-8f5e-5252e9f2017f 89d1b2e6-ecc7-46c9-a2aa-bdc4ae81d1e7 6c012ab4-47bd-4e79-840b-25b429e6024f

Por Jane Felix
Assessora de Comunicação
SAMU Macro Norte
Contato: (38) 9 9944-0311
ascom@cisrun.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta